top of page
Buscar
  • Foto do escritorGabriel Mota

Prótese Total



Uma prótese total removível é mais comumente conhecida como dentadura e é considerada uma das opções mais populares por pessoas que não têm dentes. Essa é uma alternativa que traz diversas vantagens ao paciente, pois ele consegue restaurar seu padrão de fala, sentir-se confortável ao comer e sorrir, além de manter uma estética que permite a autoconfiança do paciente. Porém, quem opta por uma prótese removível pode retirá-la a qualquer momento para facilitar a limpeza.


Isso é feito pela fácil colocação, pois o paciente só precisa apoiar a prótese diretamente na gengiva. Para esses casos, o material mais utilizado para produção é a resina acrílica.

Passos para obter uma prótese

Desde a primeira consulta com o paciente até o recebimento da prótese, são vários os procedimentos.


Primeiramente, o dentista deve apresentar todas as opções de tratamento na primeira consulta com o paciente. Então, juntos, eles devem escolher a melhor alternativa com base nas necessidades do paciente.


Se você decidir por uma prótese total removível, o próximo passo é fazer uma impressão anatômica usando alginato. A partir desta impressão é feita uma moldeira, que servirá como vedação perimetral e outras vezes para impressão funcional. Os dentes devem então ser montados e a oclusão verificada. Caso o paciente aprove a prótese, esta deve ser enviada para o acrílico, desinfetada e instalada no paciente.


Limpeza de prótese total removível

Uma das maiores vantagens de uma prótese removível é a facilidade de limpeza. Isso deve ser feito de forma correta para promover sua adequada preservação e consequentemente um maior período de uso.


Limpeza mecânica

Para a limpeza mecânica da prótese, o paciente deve limpá-la com água, sabão ou pasta de dente e escovas adequadas. Os dentistas recomendam fortemente este método devido à sua facilidade e simplicidade de ser colocado em prática. Porém, com esse método, a prótese pode sofrer ação abrasiva, o que piora sua vida útil. Observa-se perda de brilho e material, rugosidade e dificuldade de adaptação ao longo do tempo.


Além disso, o indivíduo deve preferir escovas específicas para esse processo. Isso acontece porque as convencionais não atingem todas as cavidades da prótese e consequentemente não limpam totalmente, o que resulta em um tempo menor. Os pincéis ideais são macios e de preferência com cerdas por dentro e por fora. Por isso, é fundamental que o paciente utilize escovas dentais e cremes dentais específicos que evitem essa perda.


Limpeza quimica

Além da limpeza mecânica, é necessário o uso de substâncias que complementem a limpeza. Isso porque a escovação não atinge todas as irregularidades da prótese, que se tornam locais propícios para o desenvolvimento de microrganismos.


Um dos produtos químicos mais utilizados é o peróxido alcalino, vendido na forma sólida que exige que o paciente o misture em água no momento do uso. Este tipo de produto é composto por agentes que liberam oxigênio e realizam a limpeza mecânica de detergentes alcalinos. Agentes oxidantes também auxiliam na remoção de manchas e microrganismos. Por fim, é fundamental que o paciente enxágue bem o material após o processo para evitar danos à cavidade oral.


É importante ressaltar que cada tipo de limpeza tem uma finalidade específica. Portanto, o paciente deve fazer os dois, e a prática de um não substitui o outro.


Método combinado

Outra opção para a limpeza de próteses é uma combinação de métodos mecânicos e químicos e sua implementação ao mesmo tempo. Para isso, o paciente deve realizar a limpeza enquanto o objeto estiver imerso no produto químico.


Adaptação de uma prótese total removível

Os pacientes relatam dificuldade em usar a prótese nos primeiros dias, relatam dor e desconforto.


Para um melhor ajuste, é recomendado que o paciente não durma com a prótese para diminuir o desconforto em repouso. Nesses primeiros momentos, o paciente deve ficar atento à sua alimentação, pois deve dar preferência a pequenas porções, distribuídas ao longo do dia, de refeições pastosas.


Como adaptação, o indivíduo pode, gradativamente, retornar a alimentação ao normal. Os pacientes também relatam aftas nas gengivas nos primeiros momentos de uso. Nesses casos, o uso de dentaduras deve ser suspenso temporariamente para melhor cicatrização das feridas.


Se tais situações persistirem, o paciente deve consultar um dentista para que sejam tomadas as melhores medidas.


Próteses muito antigas também podem causar desconforto. Isso acontece porque depois de usar a mesma dentadura por muito tempo, ela pode ficar solta na boca, dificultando a fala e o sorriso. Nestes casos, o paciente pode precisar substituir a prótese.


Vida útil de uma prótese total removível

Uma prótese tem uma duração média de 5 anos. No entanto, esta é apenas uma estimativa, pois muitos fatores podem afetar a vida útil de uma prótese. Portanto, é fundamental que o paciente siga todas as recomendações do dentista no que diz respeito à preservação da prótese dentária.


Entre em contato conosco e venha fazer uma avaliação! https://contate.me/odontodents

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


whatsapp-icone-2.png
bottom of page